Saúde

Garrafas oferecidas no hospital de S. João com mensagens

Garrafas oferecidas no hospital de S. João com mensagens

O Dia Mundial da Segurança do Doente está a ser assinalado esta sexta-feira no Hospital de S. João, no Porto.

Quantas vezes já foi a uma consulta no hospital e verificou que a medicação que está prescrita na receita é mesmo a que precisa? E a identificação era realmente a sua? Tem o costume de avisar os médicos das alergias de que padece? No Dia Mundial da Segurança do Doente - que de há três anos para cá é assinalado pela Organização Mundial da Saúde (OMS)-, o Centro de Epidemiologia Hospitalar do S. João, no Porto, aproveitou a ocasião para "tornar o tema visível", referiu ao JN, Ana Azevedo, diretora do serviço.

Durante esta sexta-feira, foram distribuídas milhares de garrafas de água nas diferentes entradas do hospital com mensagens alusivas à iniciativa.

De acordo com a diretora do Centro de Epidemiologia Hospitalar, "toda a gente tem um papel ativo na segurança do doente, que não se resume ao médico", reforçando a ideia de que é fundamental "haver a noção dos riscos que se pode correr durante a prestação de serviços no hospital".

"Num ano foram notificados mais de três mil incidentes" , que são analisados "para que não voltem a acontecer", disse a médica.

A segurança do doente foi esta sexta-feira também abordada nas aulas de preparação para o parto, uma vez que a OMS escolheu este ano como tema: "Agir agora por um parto seguro e respeitoso".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG