Exclusivo

Grande Porto: parcómetros nascem como cogumelos

Grande Porto: parcómetros nascem como cogumelos

Os municípios da Área Metropolitana do Porto (AMP) arrecadaram, no ano passado, marcado pela pandemia, 6,8 milhões de euros com o estacionamento na via pública.

Todos os concelhos registaram perdas significativas devido à suspensão temporária do pagamento dos parcómetros por conta da covid-19, embora o número de lugares taxados nas ruas da AMP não pare de aumentar. Em quatro anos, foram criados milhares de novos lugares. E há perspetivas de crescimento no Porto, em Matosinhos, em Vila do Conde e em S. João da Madeira.

Em 2018, havia pouco mais de 21 mil lugares com parcómetro nos 17 concelhos da Área Metropolitana. Agora, há 24 335. Mesmo sem contar com três dos concelhos que não responderam ao JN - Feira, Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra. Os dois primeiros, em 2018 já tinham mais de 2000 lugares pagos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG