O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Habitações e lojas na antiga Fábrica do Cobre

Habitações e lojas na antiga Fábrica do Cobre

O que resta da Companhia, falida há mais de 20 anos, está a ser demolido junto à Circunvalação, no Porto, para dar lugar a projeto imobiliário privado.

A maior unidade industrial que o Porto alguma vez teve está a ser definitivamente demolida para dar lugar a um projeto imobiliário e de requalificação. Após décadas de abandono no lugar onde funcionou mais de 50 anos a Companhia Portuguesa do Cobre, junto à Estrada da Circunvalação, em Campanhã, vai nascer habitação, comércio, novos arruamentos e zonas verdes.

O espaço chegou a pertencer à Sonae, que ali queria construir um hipermercado, mas com o aparecimento do Parque Nascente o projeto foi abandonado. Agora, é a empresa Feudurbano - Promoção Imobiliária, Lda a promotora do empreendimento, que terá seis lotes para habitação, num total de 229 fogos, e quatro para comércio e serviços. Em edifícios com sete pisos acima do solo e três subterrâneos. "O importante é que fique bonito. Estava tudo cheio de lixo e servia de abrigo à marginalidade", diz Maria Júlia Pimentel, que reside junto ao local, lembrando-se bem dos tempos áureos da Companhia Portuguesa do Cobre.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG