Exclusivo

Heliporto do Hospital S. João pronto dentro de um ano

Heliporto do Hospital S. João pronto dentro de um ano

Helicópteros de emergência vão aterrar numa bolacha de betão com seis metros de altura e com uma manga de ligação direta à urgência geral do Hospital de S. João, no Porto.

Trata-se de uma aspiração com muitos anos por parte dos clínicos do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), no Porto: ter um heliporto capaz de reduzir os tempos de transporte, dar resposta rápida e diminuir os riscos associados às transferências de doentes. As obras de construção começaram finalmente na segunda-feira e vão prolongar-se até ao final do ano. No primeiro trimestre de 2023, o São João poderá receber aeronaves com doentes urgentes graves provenientes de toda a região Norte.

O heliporto que vai ser construído não ficará, como é habitual, ao nível do solo, mas numa plataforma elevada com seis metros de altura e com um pátio com largura de 25 por 25 metros. "É sobrelevado de forma a cumprir todas as normas associadas a este tipo de heliportos. Devido às deslocações de ar das pás tivemos de sobreleva-lo, de forma a não interferir com a circulação de ambulâncias e pessoas naquela zona", explicou ao JN Jorge Sousa, diretor do Serviço de Instalações e Equipamentos do CHUSJ. As ambulâncias circularão à volta da plataforma sem interferir com as manobras de aterragem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG