Premium

"Alexandre" reúne tesouros num museu aberto ao Porto

"Alexandre" reúne tesouros num museu aberto ao Porto

Liceu possui um valioso acervo de história natural e de química. E foi ali que nasceu o Cineclube do Porto.

O olhar do professor Manuel Lima ilumina-se quando fala da Escola Alexandre Herculano, a que há 20 anos se dedica de corpo e alma e onde quer ver nascer, com a requalificação do imóvel, um núcleo museológico que permita mostrar o acervo dos museus da Secundária - de história natural e física - à comunidade.

Diz-nos que esta é "uma última oportunidade" para vermos o antigo liceu do Porto oriental - que, jura, "tem uma magia" - antes da transformação imposta pelas obras, cujo início deverá coincidir com o arranque do próximo ano letivo. "Nunca mais será assim, com esta configuração, porque vai haver alteração dos espaços", revela o diretor da escola. Incluindo o do Museu de História Natural - que dará lugar à biblioteca -, no piso superior, as janelas brancas estilizadas a abrirem para a varanda da frontaria do imponente edifício do arquiteto portuense José Marques da Silva.