Porto

Álvaro Almeida acusa Moreira de se ter esquecido de Campanhã

Álvaro Almeida acusa Moreira de se ter esquecido de Campanhã

O candidato da coligação PSD/PPM à Câmara do Porto, Álvaro Almeida, visitou, esta terça-feira, o Bairro do Lagarteiro para denunciar que a freguesia de "Campanhã é, provavelmente, a área mais esquecida" pelo executivo de Rui Moreira.

Em declarações no final da visita ao segundo maior bairro municipal do Porto, o candidato do "Porto Autêntico" acusou o executivo e o PS de, nos últimos quatro anos, terem "ignorado" esta parte da cidade, apesar de o programa eleitoral conter muitas promessas para Campanhã.

Fazendo uma curta lista das promessas não cumpridas que referiu, Álvaro Almeida mencionou o "polo logístico do matadouro, o interface rodoviário e o centro de industrialização" como exemplos do "que não existe" apesar de constar do programa do atual executivo.

"Nós queremos desenvolver o Porto todo, o Porto autêntico não é só a Baixa, mas toda a cidade e Campanhã tem sido uma zona abandonada e, por isso, viemos mais uma vez aqui ao Bairro do Lagarteiro porque estamos numa zona onde, a Norte, gostaríamos de instalar o centro empresarial oriental do Porto", lembrou o candidato.

Considerando que este "seria o grande projeto para a cidade", o candidato deixou elogios à reabilitação externa dos prédios do bairro, mas criticou o abrandamento dessas obras, argumentando que, no anterior mandato, entre 2014 e 2016, foram "investidos 19 milhões de euros contra 44 milhões de euros, no mesmo período, na gestão de Rui Rio".

Álvaro Almeida prometeu "retomar o ritmo que vinha do passado", acelerando a reabilitação, "começando pelos casos mais prioritários", ao mesmo tempo que anunciou que será pelo Bairro do Cerco, onde o estado de "degradação é enorme", que começarão a reabilitação caso seja eleito presidente.

Questionado como pretende obter o financiamento, Álvaro Almeida lembrou que o "Governo tem responsabilidades nessa área", mas que se este não o assumir "não será por isso que a câmara deixará os munícipes nessas condições".

São candidatos à Câmara do Porto o independente apoiado pelo CDS-PP e MPT e atual presidente, Rui Moreira, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas estão marcadas para 1 de outubro.

Conteúdo Patrocinado