O Jogo ao Vivo

Porto

Arte contemporânea regressa a Miguel Bombarda

Arte contemporânea regressa a Miguel Bombarda

O primeiro de seis ciclos, de 2017, de inaugurações simultâneas de galerias de arte contemporânea no quarteirão de Miguel Bombarda, no Porto, acontece no sábado, a partir das 16 horas.

O evento, organizado pela associação Bombarda Art District em parceria com a Câmara do Porto, junta a apresentação simultânea de novas exposições nas várias galerias da zona a visitas guiadas, performances e oficinas.

No primeiro ciclo participam, ao todo, 17 galerias, espalhadas pelas ruas de Miguel Bombarda, D. Manuel II e Rosário, com mostras individuais e coletivas que vão da pintura à escultura, artes plásticas e instalações.

Entre as várias mostras, conta-se "A Simple Story", exposição da ilustradora israelita Noa Snir, na Ó! Galeria, "Ambidexter", do italiano Francesco Zavattari, na Galeria Happening, ou ainda "QAXXX(P2)", exposição coletiva com curadoria de Miguel von Hafe Pérez que inclui trabalhos de Fernando Lanhas, Álvaro Lapa, José de Guimarães ou Susana Solano, entre outros.

O programa de sábado inclui um conjunto de visitas guiadas por algumas das galerias, bem como a realização de uma oficina de impressões, a cargo da Chapa Azul e da Cooperativa Árvore.

Também o teatro, a dança e a performance saem à rua para integrar a programação, com a primeira de seis apresentações do projeto "The Fractal Body", uma combinação de "dança minimal, performance e teatro físico", com direção artística de Paulina Almeida.

À entrada para o décimo ano de realização dos ciclos simultâneas, o evento é já "um hábito" da cidade, disse à Lusa Fernando Santos, um dos membros da Porto Art District e um dos organizadores.

"A dinamização que as galerias trouxeram para aqui é uma referência na cidade e no país e mostrou a força da zona, que se tornou um polo de artes plásticas", acrescentou.

Ainda assim, o organizador considera que a zona precisa de "mais divulgação e dinamismo", mesmo que o público "já esteja a contar com estes seis momentos por ano".

Os 10 anos de existência não terão "um momento de celebração propriamente dito", revelou Fernando Santos, mas é assinalada através de nova imagem, que pretende "celebrar alguns dos espaços mais emblemáticos do Quarteirão", pode ler-se no sítio oficial da Porto Lazer.

Em 2017, as datas dos restantes cinco ciclos de apresentação simultânea de novas exposições já estão marcadas: 11 de março, 29 de abril, 17 de junho, 23 de setembro e 11 de novembro, sempre a partir das 16 horas.

ver mais vídeos