Porto

Cafés históricos correm risco de fechar

Cafés históricos correm risco de fechar

Não é só o Guarany. Também o Café Ceuta, o Embaixador e a Cervejaria Sá Reis, estabelecimentos históricos do Porto, correm o risco de fechar portas, devido ao aumento brutal das rendas.

O projeto de lei do PS, ontem aprovado no Parlamento, poderá ser um balão de oxigénio para a sobrevivência dos negócios. Haverá um travão do aumento especulativo das rendas durante 10 anos para as entidades que os municípios classificarem como espaços de interesse histórico e cultural.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Imobusiness