O Jogo ao Vivo

Porto

Estacionar já é emprego a tempo inteiro

Estacionar já é emprego a tempo inteiro

Há cada vez mais arrumadores "profissionais". Não encontram emprego e criaram hábitos de trabalho a aparcar carros para pagar contas no fim do mês. Muitos tiram bem mais do que o ordenado mínimo.

Ainda persiste o clássico arrumador toxicodependente que mal tem dinheiro para mais uma dose arranca a alta velocidade para o fornecedor. Porém, aparecem cada vez mais arrumadores sem problemas de dependências.

São pessoas de meia idade, que tinham uma vida estável, mas que foi abalada pelo desemprego. Entretanto perderam os subsídios ou então eles não chegam para pagar as contas do final do mês. Encontraram na rua, a estacionar carros, um meio para conseguir viver com alguma dignidade.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa