Premium

Porto quer saber quantos idosos vivem sozinhos e em situação de risco

Porto quer saber quantos idosos vivem sozinhos e em situação de risco

Juntas de freguesia desdobram-se na criação de mais programas de apoio. Existem equipas no terreno a fazer levantamento da população idosa.

Isaura Barros Pinto tem 90 anos e recebe em casa o apoio da Obra Diocesana de Promoção Social, com centro social no Cerco do Porto. Se até há bem poucos anos os idosos viviam vigiados nos bairros sociais, devido aos laços estreitos de vizinhança, hoje a realidade é diferente. E tal como Isaura muitas outras pessoas vivem sozinhas e sem sair de casa há anos. Não se sabe quantos são e, por ser uma população vulnerável e flutuante, os números dos últimos Censos de 2011 estão desatualizados. Nessa altura, havia 55 mil idosos no Porto, 60% deles a viverem sozinhos.

Com o envelhecimento da população, supõe-se que hoje sejam muitos mais. Câmara do Porto e juntas de freguesia começam agora a fazer um levantamento exaustivo até porque, sobretudo no Centro Histórico, "há muitos buracos negros", pessoas que para as estatísticas não existem.