Porto

Presidente da Comissão nega conclusões no inquérito à Arrábida

Presidente da Comissão nega conclusões no inquérito à Arrábida

Miguel Pereira Leite, presidente da Comissão de Inquérito à Arrábida, garantiu ao JN que a Comissão "não analisou, nem concluiu coisa nenhuma" em relação ao processo de construções na escarpa e revelou que vai pedir a "prorrogação dos trabalhos".

As declarações de Miguel Pereira Leite surgem na sequência do "relatório final" redigido por Pedro Braga de Carvalho, relator e membro da Comissão.

"A Comissão só está a ter acesso a esta proposta de relatório agora. Não analisou, nem concluiu coisa nenhuma", disse ao JN, revelando que a Comissão vai reunir amanhã, pelas 21 horas, para analisar "a proposta de relatório".

O documento divulgado refere que a Comissão de Inquérito da Arrábida vai propor a nulidade do deferimento de 2009 que viabiliza a construção, reconhecendo que há uma "relação" entre a obra e o Parque da Cidade, sem "intervenção" de Rui Rio. De acordo com Miguel Pereira Leite, o relatório "não é de todo final".

"[O relatório] vincula quem o elaborou e mais ninguém. Concluir pela Comissão não é função de quem relata. É uma função da Comissão tirar as conclusões. Eu próprio e, na qualidade de presidente da Comissão, em função dos documentos que têm chegado nas últimas horas e dias iria propor amanhã o prolongamento dos trabalhos", afirmou.

Miguel Pereira Leite avançou ainda que "há a possibilidade" de destituir o relator. "Há a possibilidade de retirar este trabalho a quem o tem e entregar a outra pessoa, mas isso cabe à Comissão", explicou.

ver mais vídeos