Premium

Promotor atribui ligação ao Parque da Cidade do Porto a Rio e Rui Sá

Promotor atribui ligação ao Parque da Cidade do Porto a Rio e Rui Sá

Paulo Barros Vale, ex-administrador da Arcada, escreveu à comissão de inquérito às construções na escarpa da Arrábida afirmando que, a existir ligação deste processo com o polémico dossiê do Parque da Cidade, ela remonta a 2002 e 2003, no primeiro mandato de Rui Rio, e não a 2009.

O empresário alega que a Câmara do Porto levou à prática "uma tese de Rui Sá", vereador comunista que assumiu pelouros no Executivo de Rio, no sentido de usar outros processos em que havia interesses coincidentes, como os da Arrábida e da Avenida da Boavista, e em que foram revogadas as autorizações urbanísticas, como pressão sobre a Imoloc (antecessora da Arcada) para conseguir um acordo no Parque da Cidade.

O único administrador da Arcada entre 2008 e 2010 nega que a aprovação do projeto da Arrábida, que já tem pronta a primeira fase, tenha servido a Rio, no segundo mandato e já com Lino Ferreira no Urbanismo, como contrapartida para o acordo no Parque da Cidade em 2009, de modo a evitar avultadas indemnizações.

ver mais vídeos