Quadra natalícia

Jantares de Natal esgotam restaurantes no Porto

Jantares de Natal esgotam restaurantes no Porto

Os almoços e jantares de Natal são uma tradição enraizada entre amigos e colegas de emprego e, no Porto, por esta altura, é já difícil conseguir marcar mesa para grupos de 20 ou mais pessoas. A agenda dos restaurantes está cheia, sendo esta uma das melhores alturas do ano em termos de faturação para a restauração da cidade.

À mesa, fala-se de trabalho, contam-se anedotas, tiram-se selfies, critica-se ou elogia-se o chefe e os colegas ausentes, recordam-se as peripécias, os sucessos e os azares do ano que finda e fazem-se prognósticos e apostas para o ano que aí vem. O convívio faz-se à mesa, com pratos da ementa previamente escolhidos, sendo a refeição sempre bem regada com vinho ou cerveja. Na Churrasqueira do Paraíso ouve-se na rua a algazarra que acontece no segundo andar. São nove funcionários da Veniam, uma startup do Porto cuja aposta é a mobilidade. "Este jantar é apenas um ensaio para muitos outros que se seguem", afirma Fábio Silva, acrescentando que a empresa tem 60 funcionários.

Fazem brindes e falam em inglês porque à mesa há também trabalhadores oriundos da Turquia, da Alemanha, Espanha e Irlanda. Pedem rosbife. "É um prato que agrada a todos e depois daqui vamo-nos divertir pela cidade", conta Eunice Rangel. Por estes dias, José Carvalho não tem mãos a medir e anda entre a churrasqueira e a Casa Paraíso, restaurante que também gere do outro lado da rua.

Leia mais na edição impressa ou na versão e-paper

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG