O Jogo ao Vivo

Porto

Jovem guarda-redes morre em acidente de mota

Jovem guarda-redes morre em acidente de mota

"É todo um clube que está em estado de choque". Samuel Santos, jovem guarda-redes que jogou no União Nogueirense Futebol Clube, da Maia, e treinava agora no Boavista, morreu aos 17 anos num despiste de moto, conduzida por um tio, na saída da VCI para a Via Norte.

O pai, bombeiro, ainda efetuou manobras de reanimação, mas Samuel Santos, de Massarelos, no Porto, acabou por morrer no hospital. O funeral realiza-se nesta sexta-feira, às 10 horas, no Tanatório de Paranhos, também no Porto.

Sérgio Leite, coordenador do Nogueirense, "sem palavras para explicar a dor" vivida no clube, recorda o jovem "sempre bem-disposto e que tinha a particularidade de treinar sempre de chapéu". O acidente ocorreu ao final da tarde de terça-feira.

"Ninguém está preparado para perder um filho desta forma. Os pais assistiram a tudo...", salienta o coordenador do clube.

No local do acidente viveram-se momentos de aflição. O pai de Samuel, assim que chegou a equipa médica, participou nas manobras de reanimação. Samuel era filho único.

No Nogueirense todos foram apanhados de surpresa e o choque instalou-se entre atletas e treinadores. "Estamos a falar praticamente de crianças que treinavam e conviviam no clube. Durante os últimos meses os treinos foram online, mas mesmo assim muito participados", recorda Sérgio_Leite.

Na sua página do Facebook, o Nogueirense colocou uma nota de pesar com fotografias e imagens de vídeo do jovem num dos treinos e desde logo foram dezenas as mensagens de solidariedade com a família enlutada.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG