Covid-19

Laboratório com centros de testagem no Porto esgota plafond e cancela testes

Laboratório com centros de testagem no Porto esgota plafond e cancela testes

Quem tinha marcado a realização de um teste gratuito à covid-19 num dos centros do POC Medical Care, no Porto, está a receber mensagens para adiar ou cancelar o agendamento. A solução é agendar um novo teste com um dos outros dois laboratórios, ou aguardar até dia 1.

Só voltam a abrir no próximo dia 1 os centros de testagem à covid-19 da POC Medical Care na Ribeira, Clérigos, Flores, Marquês, Praça Dom Afonso V e a unidade de testagem móvel, no Porto. A POC Medical Care, laboratório que opera estes centros, já esgotou o plafond de 33 mil testes contratualizados com a Câmara do Porto, estando por isso a enviar aos utentes mensagens a pedir para adiar ou cancelar os agendamentos.

Perante o elevado volume de testes realizados, a Câmara do Porto estendeu o contrato com os laboratórios POC Medical Care, Unilabs e Germano de Sousa, até ao final de janeiro.

Nos últimos três dias do ano, mantêm-se a funcionar os centros de testagem na Trindade, Praça D. João I, Praça de Parada Leitão, Estação de Metro do Campo 24 de Agosto, Praça de Francisco Sá Carneiro (Velásquez), Parque da Cidade, Praça dos Poveiros, Praça Mouzinho de Albuquerque (Rotunda da Boavista voltada para Av. de França), Palácio de Cristal, e Estação de Campanhã.

A vereadora com os pelouros da Educação, Juventude e Desporto, Catarina Araújo, explicou à Lusa que a Câmara vai "replicar a medida exatamente nos mesmos termos, portanto, mais um milhão de euros e 100 mil testes", sendo que não há limite de número de testes por pessoa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG