Exclusivo

Laboratório do cinema em torre do Centro Histórico do Porto

Laboratório do cinema em torre do Centro Histórico do Porto

Câmara do Porto cede edifício. Cidade torna-se numa das que resistem por uma nova vanguarda de velhos formatos.

Nas mesmas calçadas graníticas onde Manoel de Oliveira filmou Aniki Bobó e a rivalidade de Carlitos e Eduardinho pela afeição de Teresinha, ergue-se, no Centro Histórico do Porto, a torre medieval que há de albergar o chamado laboratório de cinema analógico.

O projeto está em marcha e junta a Invicta a outras cinco cidades europeias numa rede de cooperativas resistentes, em nome do estatuto das velhas películas. Eis, então, esta contrarrevolução internacional e tripeira, num mundo que se julgava todo-digital e que, afinal, tem uma nova vanguarda, ao ponto de a própria indústria do audiovisual retomar os velhos formatos Super-8, 16 mm e 35 mm.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG