Exclusivo

Lojas de recordações voltam a sorrir após a pandemia

Lojas de recordações voltam a sorrir após a pandemia

Espaços destinados em específico a turistas, que durante os confinamentos perderam quase toda a clientela, estão a descaracterizar os modelos tradicionais dos negócios de rua no Porto.

O regresso do turismo ao Porto, verificável com mais incidência desde o início do ano, trouxe com ele a reabertura de lojas destinadas em específico aos visitantes internacionais da cidade. Depois de um período delicado durante a pandemia, quando o negócio foi reduzido praticamente a zero por falta de clientes, o cenário alterou-se com o multiplicar de casas do género abertas pela cidade.

Ninguém sabe ao certo quantas existem, admite a própria Associação dos Comerciantes do Porto (ACP) - ler minientrevista na página ao lado. "Vão abrindo e fechando a um ritmo considerável e tomando o lugar de estabelecimentos tradicionais que não aguentaram a crise, antes e depois da pandemia, e que acabaram por fechar as portas", critica Joel Azevedo, presidente da ACP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG