Covid-19

Mais de mil empregos em risco nos bares e discotecas do Porto

Mais de mil empregos em risco nos bares e discotecas do Porto

Há 100 estabelecimentos do Porto do setor da restauração, esplanadas e bares que podem não voltar a abrir as portas devido ao facto dos negócios estarem fechados há dois meses por conta da ​​​​​​​covid-19, pondo em causa cerca de 1200 empregos efetivos.

Quem o denuncia é António Fonseca, presidente da Associação de Bares da Zona Histórica do Porto que ontem, em conferência de imprensa, sugeriu ao Governo, sete propostas que se tornam "cruciais" para a retoma deste setor.

Entre elas, a isenção dos pagamentos à Segurança Social e às Finanças, a partir de abril e com duração até ao final do ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG