Porto

Mais de três mil quadras para o concurso de S. João do "Jornal de Notícias"

Mais de três mil quadras para o concurso de S. João do "Jornal de Notícias"

Participação excedeu expectativas do júri para este ano. Iniciativa do "Jornal de Notícias" vai já na 93.ª edição.

Excedeu todas as expectativas, a adesão dos leitores do "Jornal de Notícias " ao 93.º Concurso de Quadras de S. João que o JN realiza, ininterruptamente, desde o longínquo ano de 1929. Mais de três mil quadras chegaram à mesa do júri para a apreciação final, este ano.

"É obra! E a primeira reação que nos invade é a de natural e espontânea congratulação com o êxito mais uma vez alcançado", diz o jornalista e historiador Germano Silva, coordenador do concurso. "Volvidos 92 anos, o que mais nos apraz registar é a certeza de que a tradição não apenas prevalece, mas também se valoriza ano após ano", acrescenta Germano Silva, sublinhando o aumento de participação registado tanto em Portugal, de norte a sul, como em vários países estrangeiros, com relevância para os dos Palop.

Este ano, muitos leitores aderiram às novas tecnologias para participar. "Constatamos que mais de metade das trovas foram enviadas através dos novos meios eletrónicos", nota o também presidente do júri do concurso das Quadras de S. João

93 anos de popularidade

Germano Silva destaca, ainda, a fidelidade dos leitores do JN ao concurso, o mais antigo e único do género na Imprensa portuguesa. "Apesar da longevidade nonagenária, não regista o mínimo sintoma de esmorecimento ou de perda de popularidade. Tão evidente é essa verdade que hoje não é possível falar do S. João do Porto sem associar à grande festa popular o Concurso de Quadras de S. João organizado pelo JN", nota o jornalista.

A trilogia festa, quadra, concurso é largamente responsável pelo prestígio e pela projeção das características únicas dos festejos sanjoaninos do Porto. A tudo isto há que juntar o prestígio do certame que concita o interesse das mais destacadas figuras das Letras, nomeadamente da Poesia, que não se têm rogado a participar dos júris de classificação.

Personalidades como Júlio Dantas, António Correia de Oliveira, Afonso Lopes Vieira, Silva Tavares, David Mourão-Ferreira ou Pedro Homem de Melo fizeram parte do júri deste longevo concurso. E ainda muitos outros, como Vasco de Lima Couto, Virgínia Vitorino, Fernanda de Castro, Mário Beirão, Óscar Lopes, António Botto, Natália Correia ou Campos de Figueiredo. "Não é exagero dizer-se que o Concurso de Quadras de S. João do JN é, neste momento, um dos números mais qualificados, de maior projeção e de maior mérito das festas do S. João do Porto", argumenta Germano Silva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG