Presidência

Marcelo diz que é "suspeito de ligação excessiva ao Porto"

Marcelo diz que é "suspeito de ligação excessiva ao Porto"

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, esta sexta-feira, que começa a ser "suspeito de ligação excessiva ao Porto", numa alusão às diversas visitas à região desde que iniciou o mandato presidencial.

O chefe de Estado esteve à tarde no Porto, na inauguração das novas instalações da Escola Superior de Saúde, do Instituto Politécnico do Porto, IPP, onde recebeu a mais elevada distinção, o Título de Honra do IPP.

A abrir o discurso, após a distinção, Marcelo Rebelo de Sousa referiu: "Começo a ser suspeito de ligação excessiva ao Porto."

"Às tantas, ele é um presidente da República que prefere claramente o Porto", acrescentou, numa referência ao modo como poderá ser visto e às passagens e estadias na região, desde que iniciou o mandato presidencial, em 2016.

"Há uma ligação aparentemente estranha. Isso é perigoso", afirmou, na Escola Superior de Saúde, num discurso ao ar livre e perante uma plateia numerosa, que contou com professores, alunos e funcionários da instituição.

"Não escondo que é agradável cá vir. Gosto de estar cá. Mas isso começa a suscitar as mais diversas suspeições", repetiu, explicando haver no Porto "uma ligação às raízes e à natureza, que provoca um efeito de transformação".

De recordar que, logo na tomada de posse, em março de 2016, Marcelo Rebelo de Sousa encerrou as cerimónias com uma viagem ao Porto, após o protocolo em Lisboa. Na altura foi recebido na Câmara Municipal e deslocou-se ao Bairro do Cerco, em Campanhã.

Na inauguração, esta sexta-feira, entre outros convidados, estiveram Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, Ana Pinho, presidente da Fundação de Serralves, e Rosário Gambôa, presidente do Instituto Politécnico.

No início, a sessão teve um toque musical, com a atuação da Tuna da Escola de Saúde, que fez questão de tirar uma selfie com o chefe do Estado. E, apesar de Marcelo Rebelo de Sousa ter dito, depois, que começa a ser "suspeito de ligação excessiva ao Porto", o porta-voz da tuna agradeceu a selfie e salientou que a comunidade estudantil "gostava de o ver mais vezes no Porto, na melhor cidade do Mundo".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG