Porto

Menezes "candidato do Governo" e Aguiar Branco "em part-time"

Menezes "candidato do Governo" e Aguiar Branco "em part-time"

Rui Moreira criticou, esta sexta-feira, a candidatura do PSD por escolher para número um à Assembleia Municipal do Porto "um ministro que irá fazer isto em part-time", José Pedro Aguiar Branco, classificando Luís Filipe Menezes como "candidato do Governo".

"Escolhemos o nosso, o candidato do Governo escolhe o seu. Escolher um ministro que vai fazer isto em part-time é uma opção de um candidato do Governo", comentou o candidato independente à Câmara, esta sexta-feira, reagindo ao nome de José Pedro Aguiar Branco para a lista à Assembleia Municipal, anunciado pelo PSD na quinta-feira.

Explicando a escolha, Luís Filipe Menezes disse, ontem, ao JN, tratar-se de um ministro que "é claramente um membro do Governo que está fora das guerras da troika", garantindo não temer consequências negativas pelo facto de ter escolhido um governante. Por seu lado, José Pedro Aguiar Branco garantiu que estas funções são acumuláveis com a candidatura. Mas Rui Moreira discorda e faz questão de associar Menezes ao atual Governo e de alertar que o ministro da Defesa assume apenas este compromisso em "part-time".

PUB

Na apresentação do candidato à Assembleia Municipal, o ex-ministro do PS Daniel Bessa, e do porta-voz, o professor universitário e ex-presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) Azeredo Lopes, ambos destacaram que estão com Rui Moreira desde o início.

O antigo ministro da Economia, do tempo de António Guterres, destacou que o movimento independente que está na génese da candidatura de Rui Moreira foi pensado por "pessoas que não chegaram arregimentadas de forma nenhuma" mas são "absolutamente livres". E garantiu, mesmo, desconhecer a filiação partidária de "muitos" elementos que têm apoiado o movimento independente.

Além disso, Daniel Bessa fez questão de elogiar "as contas à moda do Porto" que marcam este Executivo camarário liderado por Rui Rio, destacando que também Rui Moreira é "um homem do Norte" e "um homem de contas".

Por sua vez, o porta-voz da candidatura, Azeredo Lopes, que também contou estar desde a primeira hora com Rui Moreira, destacou, como elemento diferenciador e garantia de "transparência", que quem está neste movimento são pessoas que "não precisam" da política ou de lugares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG