Premium

Mercado Abastecedor do Porto precisa de espaço para continuar a crescer

Mercado Abastecedor do Porto precisa de espaço para continuar a crescer

Há 204 empresas que enchem os pavilhões do Mercado Abastecedor do Porto (MAP), onde a azáfama é constante. O negócio precisa de espaço para crescer. Entre os clientes, há cada vez mais restaurantes, fruto da explosão turística na cidade.

Não faltam projetos para que o MAP, criado há 31 anos, continue a evoluir. Mas, para crescer, o negócio tem de aumentar os atuais 12,5 hectares ou mudar de instalações. Uma solução equacionada há anos, mas que nunca saiu do papel, uma vez que a atual localização, encostada à VCI e junto ao Estádio do Dragão, traz vantagens.

Para já, em cima da mesa, a par das obras de conservação ao longo dos anos, há um projeto para criar mais 120 lugares de estacionamento num gaveto em frente à plataforma atual do mercado. O plano, que aumentará a capacidade de 1000 para 1120 lugares, aguarda o aval da Câmara do Porto. Segundo Ana Paula Sá, diretora do MAP, a ideia é interligar o espaço ao mercado através de uma ponte pedonal. O JN contactou a Câmara, mas não obteve resposta.