Covid-19

Motéis do Grande Porto abertos no Dia dos Namorados mas com expectativas baixas

Motéis do Grande Porto abertos no Dia dos Namorados mas com expectativas baixas

Bem longe das expectativas de lotação esgotada de anos anteriores, e apesar das restrições relativas à covid-19, vários motéis no Grande Porto estão abertos no Dia dos Namorados com reforço na limpeza e garantia da distância entre casais.

"Tenho fé de que vamos ter clientes, mas vai ser complicado encher várias vezes ao dia, como em anos passados. Este ano, por causa da pandemia, temos as expectativas mais baixas", conta uma das funcionárias do motel Porto Fino, localizado no Grande Porto.

Apesar das expectativas mais baixas, o negócio dos motéis continua a resistir contra a pandemia da covid-19 e está apostada em reforçar algumas medidas que existiam antes do aparecimento do novo coronavírus, como por exemplo a limpeza nas 'suites' ou o distanciamento entre casais.

"Houve um reforço na limpeza dos quartos, retirámos pequenas decorações, mantas de cama, bem como as segundas cortinas, e só entregamos os robes e chinelos quando o cliente pede na receção", conta.

Outra das medidas que os motéis abertos têm em vigor para o Dia dos Namorados é o distanciamento físico entre os casais que decidem celebrar a paixão num local especialmente dedicado ao amor.

As regras do distanciamento entre pessoas em tempos de pandemia até vieram favorecer uma das tradições mais conhecidas nos motéis, que é os casais nunca se cruzarem, por motivos de discrição, explica a funcionária.

O motel Porto Fino não está a fazer reservas antecipadas das 'suites', fazendo o "'check-in' na hora" e por "ordem de chegada".

PUB

O Sonho, no concelho de Valongo, distrito do Porto, é outros dos motéis que vai estar aberto no domingo, dia 14, para receber os casais que queiram celebrar o amor, embora também não vá trabalhar com reservas de 'suites'.

"Não trabalhamos com reservas. É sempre uma incógnita prever a quantidade dos quartos com clientes, mas as expectativas são muito baixas com o confinamento e com as pessoas a respeitar a proibição das deslocações entre concelhos", declara uma das rececionistas daquela unidade.

Num motel em Leça do Balio, no Grande Porto, uma funcionária da receção contou que a expectativa para o próximo Dia dos Namorados é "mais baixa" do que em anos passados devido "à situação pandémica" que se está a viver no mundo.

"Nos anos anteriores é sempre muito bom o Dia dos Namorados. Há lotação esgotada", descreveu.

O 'check-in' dos clientes de motéis é, por norma, feito depois de se lhes ser atribuído um número de quarto. Depois, o cliente vê a barreira do 'check-in' e a porta da garagem do quarto abrirem automaticamente, obtendo desta forma o acesso direto ao quarto sem se cruzar com outras pessoas.

O 'check-out' dos clientes também pode ser totalmente sigiloso, porque, por norma, basta pagarem numa máquina e a barreira do motel abre de forma automática.

Segundo uma funcionária de um dos motéis do Grande Porto, este tipo de alojamentos em Portugal serve muitas vezes para reconciliações quando os casamentos já não estão a 100% e cada vez mais há mulheres a marcarem quartos para fazer uma surpresa ou simplesmente para quebrar a rotina num espaço carregado de erotismo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG