Autárquicas

Nuno Cardoso vai candidatar-se à Câmara do Porto

Nuno Cardoso vai candidatar-se à Câmara do Porto

Ex-autarca quer voltar à autarquia onde, segundo diz, em 20 anos se fez muito pouco.

O socialista Nuno Cardoso está a preparar uma candidatura à Câmara do Porto, autarquia que presidiu durante quatro anos, entre 1999 e 2002, e espera contar com o apoio do PS. Em declarações à agência Lusa, fonte da distrital afirmou contudo que Cardoso não será a escolha do partido.

"Estou a contactar e a ouvir pessoas mas esta é já uma decisão tomada e vou em frente com quem me acompanhar. E quero ter o apoio do PS", afirmou ao JN Nuno Cardoso. "O que me faz avançar é sentir um certo desgosto e angústia por sentir que, ao fim de 20 anos, o Porto e a região deviam estar noutro patamar. Não vejo nada de estruturante que tenha mudado a cidade", explica o ex-autarca, que reclama obras realizadas durante a sua governação e que se mostraram fundamentais para "a revolução do turismo dos últimos anos como o metro, a VCI ou a gare do Aeroporto Francisco Sá Carneiro".

"Há um incentivo que recebo das pessoas a voltar até porque a cidade e a região precisa de uma voz ativa na defesa dos seus direitos e interesses. O grande objetivo desta minha decisão é dar voz à região e conquistar a regionalização", refere Nuno Cardoso. "Quando saí da Câmara, António Guterres perguntou-me se eu queria continuar. Recusei porque tinha um compromisso com a minha família de que seriam apenas quatro anos", acrescenta.

Nuno Cardoso recorda os 12 anos de liderança do PS à frente da autarquia. "Queria que esse ritmo se mantivesse mas veio um senhor que dizia que quando pensava em cultura pensava em livro de cheques e deixou-se matar tudo num setor tão importante para a cidade", afirma referindo-se ao seu sucessor, Rui Rio.

PUB

Recorde-se que Nuno Cardoso assumiu a presidência da autarquia em 1999 (era vice-presidente), substituindo o socialista Fernando Gomes, que foi convidado a integrar o XIV Governo Constitucional como Ministro da Administração Interna.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG