Porto

Onda varre 20 carros e causa pânico na Foz do Douro no Porto

Onda varre 20 carros e causa pânico na Foz do Douro no Porto

Duas ondas seguidas de grandes proporções varreram cerca de duas dezenas de carros, esta segunda-feira à tarde, na zona do Castelo da Foz, no Porto. "Parecia um tsunami!", contou, ao JN, Pedro Pontes, testemunha ocular do incidente.

» Ver galeria aqui

» Também tem fotos ou vídeos deste momento? Envie para jn.online@jn.pt

Haverá pelo menos quatro pessoas feridas, que terão sido arrastadas pela força das águas. De acordo com Pedro Pontes, viveram-se momentos de pânico, com pessoas a ficar com água pelos joelhos.

As viaturas arrastadas encontravam-se estacionadas junto ao passeio, que dista cerca de cinco metros do areal. No momento em que uma das ondas galgou o muro, havia muitas pessoas no local a observar e a fotografar o mar.

De acordo com o comandante da Autoridade Marítima, Raul Risso, aquela zona da cidade ficará com a circulação ao trânsito cortada até à meia-noite. No local, e por mera precaução, as autoridades decidiram retirar do Centro Social da Foz do Douro algumas crianças, com idades entre o um e os três anos.

Neste momento, as autoridades procedem à limpeza dos destroços, tendo sido formada uma barreira de segurança bastante alargada.

PUB

A força das águas arrastou, inclusive, um autocarro de dois andares com turistas. Um deles, de nacionalidade chilena, admitiu ao JN que tinham parado para observar o mar e que apanharam um "grande susto". Aliás, este autocarro, depois de atingido por uma onda, arrastou várias viaturas.

A força das ondas foi tal que as águas levaram tudo à frente ao longo de cerca de 30 metros, de acordo com algumas testemunhas no local.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG