Premium

Palacetes carregados de história ao abandono

Palacetes carregados de história ao abandono

São edifícios únicos, cheios de história, mas cujas dimensões e consequente valor de mercado têm contribuído para estarem ao abandono. Esta é a sina de alguns palacetes na Área Metropolitana do Porto, que aguardam por reabilitação.

"A classificação, salvo raras exceções, não evita a degradação", alerta Francisco Queiroz, historiador de arte, sublinhando que este tipo de imóveis "serve um tipo de cliente específico, que quer edifícios com caráter, especiais; um tipo de clientes que, além de dinheiro, tem sensibilidade para os valores identitários, históricos e artísticos".

Porém, Francisco Queiroz chama a atenção para o facto de ser "relativamente comum que haja proprietários interessados em demolir os edifícios para maximizar o uso do solo e que contratam advogados para tentarem reverter a classificação, alegando, por exemplo, falhas nos requisitos de classificação ou no cumprimento de prazos processuais".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG