Novo caso

Perseguida por taxistas em Campanhã

Perseguida por taxistas em Campanhã

Uma motorista ao serviço da Uber acusa diversos taxistas de, esta sexta-feira à tarde, lhe terem vandalizado o carro, quando chegava à estação de Campanhã.

Márcia Neves conta que, quando a cliente lhe pediu para ser levada à estação de Campanhã, sugeriu a utilização da porta nas traseiras da estação.

"Já tive problemas uma vez, quando parei à frente, e, a partir daí, paro sempre nas traseiras e os passageiros compreendem. Mas hoje estavam à minha espera. Quando vou para parar, começaram a atirar ovos, ainda a passageira estava no carro. Arranquei, parei uns metros mais à frente, a senhora saiu, mas eles vieram atrás de mim e atiraram-me pedras, uma das quais partiu o vidro traseiro do carro", referiu Márcia Neves, que trabalha para a mesma empresa do motorista agredido na Praça da Batalha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG