Porto

Polícia Municipal garante segurança na exposição do coração de D. Pedro

Polícia Municipal garante segurança na exposição do coração de D. Pedro

A Polícia Municipal vai garantir a segurança, 24 horas por dia, na exposição do coração de D. Pedro IV, no próximo fim de semana, na Lapa, no Porto. Estará em exibição a herança deixada pelo monarca à cidade, numa vitrine especificamente concebida para o efeito.

Antes de viajar temporariamente para o Brasil, no âmbito das celebrações do bicentenário da independência brasileira, o coração de D. Pedro IV estará pela primeira vez em exposição aberta ao público.

Este fim de semana, 20 e 21 de agosto, será possível visitar a herança do rei no Salão Nobre da Irmandade da Lapa entre as 10 horas e as 20 horas, no sábado, e entre as 10 horas e as 16 horas, no domingo.

PUB

A segurança da relíquia estará garantida, desde logo, através do vaso que alojará o coração, aprovado após parecer da Universidade do Porto, que o considerou o mais adequado para a mostra.

A conceção da vitrine para a exposição pública da urna e do coração de D. Pedro contemplou como prioritária a integridade dos objetos expostos, bem como os processos montagem, desmontagem, transporte e iluminação.

A vitrine foi executada em peças autónomas de vidro laminado-temperado - de forma a garantir a estabilidade das superfícies em caso de quebra - unidas por encaixe e por ferragens em latão oxidado sem envernizamento (escurecido, de modo a ser da mesma família do metal da urna, mas contrastante), incluindo bases revestidas a feltro.

A vitrine foi montada de modo a posicionar o coração de D. Pedro à altura de um coração no corpo humano, tomando como referência a altura média dos indivíduos de Portugal e do Brasil (homens 1,74m / mulheres 1,63m), o que coloca o coração sensivelmente a 1,30m.

Haverá um dispositivo policial permanente, assegurado pela Polícia Municipal do Porto, durante os dois dias de exposição.

A entrada no Salão Nobre da Irmandade da Lapa será condicionada à lotação permitida, de modo a evitar a concentração excessiva de pessoas em redor do coração de D. Pedro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG