Porto Ambiente

Portuenses estão a aderir à recolha seletiva de resíduos orgânicos

Portuenses estão a aderir à recolha seletiva de resíduos orgânicos

A empresa municipal Porto Ambiente vai instalar mais de 500 contentores pela cidade e distribuir mais de 60 mil recipientes de sete litros para a separação em casa dos resíduos que depois poderão ser utilizados na agricultura biológica.

Para alargar a recolha seletiva de resíduos orgânicos a 60% da população da cidade do Porto, prevendo a recolha de sete mil toneladas/ano, a Porto Ambiente vai instalar mais de 500 contentores de proximidade e já está a desenvolver ações de sensibilização, contando para tal com caras bem conhecidas dos portuenses.

Este programa contempla a distribuição de cartões eletrónicos de identificação que permitem o acesso e abertura dos contentores e a distribuição de mais de 60 mil contentores de sete litros para a separação em casa de resíduos orgânicos.

Paralelamente está a ser lançada uma campanha de comunicação e pela cidade são visíveis mupis e ações de rua pontuais cuja estrela é a mascote do projeto, "O Cascas". No terreno há duas semanas, o projeto contou já com a participação voluntária de mais de 90% dos munícipes residentes nas zonas abrangidas, num total de 4500 aderentes. Até agora, já foram recolhidas cerca de duas tonelada/dia.

Estes resíduos recolhidos são depois encaminhados para valorização, transformando-se num composto orgânico (Nutrimais) que serve de fertilizante natural para vários fins, com destaque para a agricultura biológica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG