Covid-19

Primeiro teste a recém-nascido de mulher infetada deu negativo

Primeiro teste a recém-nascido de mulher infetada deu negativo

Deu resultado negativo o primeiro teste para despiste de Covid-19 realizado ao bebé de uma mulher infetada que nasceu esta terça-feira no Hospital de São João, no Porto.

O recém-nascido não estará infetado mas uma segunda análise realizada dentro de 72 horas deverá dar a confirmação, apurou o JN. Tanto o bebé como a mãe estão bem, ainda que sob acompanhamento médico.

Os efeitos da infeção nas grávidas ainda não são conhecidos com rigor, embora tudo indique que os sintomas não sejam mais graves que os relatados nos restantes adultos. Sobre as consequências para o filho, a informação também vai surgindo aos poucos. Em fevereiro, cientistas chineses publicaram um estudo - baseado em gravidezes no final do tempo e com partos por cesariana - na revista "The Lancet" onde davam conta de não haver evidência de que o novo coronavírus pudesse ser passado da mãe para o feto através do útero na fase final da gravidez.

De acordo com o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), ainda que a informação seja limitada, "já se pode afirmar com bastante segurança que não há transmissão intra-uterina mãe-filho, pelo menos quando a infeção ocorre no terceiro trimestre da gravidez, e que a alimentação com leite materno não está contraindicada, mesmo que a mãe esteja infetada".

Outras Notícias