Iniciativa

Projeto pioneiro dá trabalho a jovens com Trissomia 21

Projeto pioneiro dá trabalho a jovens com Trissomia 21

"Pizzaria 21" é como se vai chamar um restaurante de pizzas e massas, com apresentação prevista para maio, na Baixa do Porto, mas será também o nome de um projeto pioneiro: por cada três postos de trabalho do estabelecimento, dois têm que ser para pessoas com Trissomia 21.

A ideia de Jorge Costa, 50 anos, foi buscar inspiração a um restaurante belga, onde a maioria da equipa tem síndrome de Down.

"O espaço do Porto terá seis pessoas, sendo que quatro têm Trissomia 21", referiu o autor do projeto, sublinhando: "Eles podem não conseguir pôr as pizzas no forno, mas têm uma simpatia fora do comum para servir às mesas e não é por terem Trissomia que têm de ficar fechados na copa a lavar pratos".

Tal como Jorge Costa revelou ao JN, "a ideia é que o negócio possa crescer como franchising e até abrir noutras cidades".

Foi o nascimento do segundo filho, Rafael, há 16 anos, que despertou Jorge para o mundo da Trissomia 21. "Dei comigo a pensar no que podia fazer para apoiar o seu desenvolvimento, mas logo percebi que já havia muitos projetos com iniciativas interessantes. Foi, então, que me questionei que oportunidades estes jovens têm quando acabam a escola, uma vez que o mercado de trabalho não absorve estas pessoas e acaba por ser uma frustração", explicou.

Para colmatar esta lacuna, o produtor de espetáculos vai criar "um projeto teatro-musical", que percorrerá o país em digressão, dando trabalho a 30 jovens com necessidades especiais. "O Rafael até já tem nome artístico, será o RC", contou, orgulhoso, o pai.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG