Saúde

PSD exige ao Governo data concreta para obras no Joãozinho

PSD exige ao Governo data concreta para obras no Joãozinho

O PSD/Porto exigiu ao Governo "uma data concreta" para o avanço da obra no hospital pediátrico do Centro Hospitalar de São João, considerando que "existem silêncios que, a serem mantidos, podem ser demasiado ensurdecedores".

Em comunicado a concelhia social-democrata do Porto exigiu uma "data definitiva e concreta para avanço urgente da obra", considerando que "os anúncios públicos deste Governo têm-se sucedido sem que a questão sofra qualquer evolução concreta".

O PSD considera que "as questões que impactam diretamente no bem-estar das populações devem estar acima das disputas partidárias", razão pela qual, e conforme se lê na nota dos sociais-democratas, esta concelhia reforça um "apelo para que o presidente da câmara Rui Moreira quebre o seu silêncio sobre este tema".

"O PSD do Porto e os seus autarcas estão e estarão sempre disponíveis para colocar os interesses da cidade e da região em primeiro lugar. Exemplo recente disso foi o voto favorável na moção relativa aos apoios da Direção Geral das Artes apresentada na reunião de executivo municipal do passado dia quatro de abril", lê-se no comunicado.

PUB

Esta nota surge numa semana em que o JN noticiou queixas de pais de crianças com doenças oncológicas sobre a falta de condições de atendimento dos seus filhos em ambulatório e também na unidade do Joãozinho, para onde as crianças são encaminhadas quando têm de ser internadas no CHSJ, concelho do Porto.

Na terça-feira, o presidente do Hospital de São João afirmou mesmo que as condições do atendimento pediátrico são "indignas" e "miseráveis", lamentando que a verba para a construção da nova unidade ainda não tenha sido desbloqueada.

Esta manhã, no congresso da Confederação Empresarial de Portugal que decorre em Santa Maria da Feira, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu que "há sensibilidade do Governo" para resolver esta situação.

Entretanto, o ministro das Finanças, Mário Centeno, que hoje falava aos deputados numa reunião conjunta das comissões parlamentares da Saúde e das Finanças, sobre o setor da saúde, escusou-se a revelar quando será concretizado o investimento da ala pediátrica do Hospital de São João, garantindo apenas que "vai avançar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG