Projeto "Afetos à mesa"

Querem fazer retrato gastronómico do Porto

Querem fazer retrato gastronómico do Porto

A Liga Portuguesa de Profilaxia Social quer fazer um retrato gastronómico das famílias do Porto. O projeto "Afetos à mesa" desafia os portuenses a partilharem as suas receitas a as histórias por detrás de cada prato.

"Com foco na promoção da saúde e do bem-estar social, esta recolha de memórias à volta da mesa será, também, desenvolvida no terreno em associações e instituições particulares de solidariedade social da cidade do Porto", sublinham os promotores do projeto.

As receitas e respetivas histórias podem ser partilhadas até 8 de abril, através de um formulário online, que pode ser encontrado no site da Liga.

"Todas as recolhas recebidas serão divulgadas através de uma série de iniciativas junto da população do Porto e o objetivo é que as receitas de uma família possam criar novas raízes noutras casas. Famílias que criam famílias. A partir da partilha deste património gastronómico familiar, a missão do "Afetos à Mesa" passa por combater o isolamento social e promover a intergeracionalidade", acrescenta a Liga de Profilaxia.

A valorização da população mais envelhecida e das tradições gastronómicas ligadas à comunidade são outros objetivos do projeto, que é apoiado pelo Fundo Municipal de Apoio ao Associativismo Portuense.

Paulo Calatré, ator, Maria Arminda Santos, da ""Associação Homenagem às Carquejeiras do Porto", e Maria Filomena Manuel (Filó), cozinheira, são rostos que se associam à iniciativa.

Fundada em 1924, a Liga Portuguesa de Profilaxia Social é uma instituição particular de solidariedade social com sede no Porto que atua nas áreas da saúde pública e da intervenção social.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG