Exclusivo

Reabertura do Alexandre Herculano em risco por falta de verba

Reabertura do Alexandre Herculano em risco por falta de verba

Câmara do Porto ainda não recebeu financiamento do Ministério da educação para os arranjos exteriores.

O presidente da Câmara do Porto duvida que a Escola Secundária Alexandre Herculano esteja apta a reabrir no início do próximo ano letivo. As obras de requalificação a cargo da autarquia entraram na reta final, faltando os arranjos exteriores, ainda à espera da transferência de 1,6 milhões de euros do Ministério da Educação, que nem sequer lançou os concursos para a aquisição de materiais como secretárias, cadeiras ou cacifos.

Questionado pelo JN, o Ministério da Educação (ME) nada diz sobre a aquisição de material, mas, relativamente aos 1,6 milhões, afirma que "conforme anteriormente adiantado pelo ministro da Educação ao presidente de Câmara, já está em curso o pagamento da despesa que foi validada pelos serviços do ME". Moreira não nega: "O ministro ligou-me na semana passada dando-me a garantia de que o assunto iria ser desbloqueado proximamente. E, na sequência disso, dei ordem para que se continue com o projeto".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG