O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Recolher obrigatório não "desliga" parcómetros no Porto

Recolher obrigatório não "desliga" parcómetros no Porto

Avisos para falta de pagamento colocados nos carros no sábado à tarde geram revolta. Câmara do Porto diz que controladores são uma das exceções.

Os avisos de falta de pagamento do parcómetro deixados em alguns carros, no passado sábado, já durante o horário de recolhimento obrigatório, pela EPorto, empresa concessionária do estacionamento pago na cidade, estão a gerar contestação. Há condutores que acusam a empresa e a Câmara do Porto de não ter "a atitude mais correta, uma vez que todo o comércio teve de cessar atividade". A Autarquia afirma que os controladores têm legitimidade para atuar, já que esta atividade é "uma exceção ao dever de recolher obrigatório".

Para um morador da Rua de Vilar, que encontrou um aviso no para-brisas do seu carro, deixado às 15.38 horas do dia 21, em causa não está a multa, mas sim a forma de atuação.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG