Transportes

Rede de venda do Andante vai ser reforçada

Rede de venda do Andante vai ser reforçada

Os Transportes Intermodais do Porto (TIP) lançaram um concurso aberto para alargar a rede de revendedores do Andante pela área metropolitana.

Em declarações à Lusa, Manuel Paulo Teixeira, que assumiu o cargo de administrador delegado dos TIP em junho, explicou que "em vez de fazer um procedimento concorrencial", o agrupamento empresarial optou por permitir que as empresas fizessem "quase uma manifestação de interesse" para revender o bilhete Andante.

Atualmente, o operador de revenda que detém o exclusivo da revenda em quiosques e outro tipo de estabelecimentos similares é a Payshop, com mais de mil pontos na Área Metropolitana do Porto (AMP).

PUB

"Existe um conjunto de condições: têm que ser no mínimo, por exemplo, 600 pontos de venda, existem restrições em termos de horário, têm que estar abertos oito horas nos dias úteis e 30%, por exemplo, do conjunto de pontos de venda têm também que estar aberto ao fim de semana", detalhou.

Numa lógica de "abertura ao mercado", todos os interessados apresentarão as suas propostas, cabendo depois aos TIP "avaliar se eles têm condições para entrar nesta operação".

Manuel Paulo Teixeira prevê que a abertura a mais do que um operador "vai permitir aumentar bastante o número de pontos de venda que já existem atualmente".

Questionado acerca do número do reforço esperado na rede, o administrador delegado dos TIP disse que "o mínimo expectável é que haja pelo menos mais 600 pontos de venda, para além dos que existem atualmente".

O concurso já foi lançado e Manuel Paulo Teixeira quer que "no início do ano escolar" - setembro - a rede de revenda de bilhetes Andante já esteja reforçada, começando a "expansão".

A Payshop "ganhou o último concurso que já foi lançado em 2017", disse, acrescentando que o atual contrato termina no dia 26 de novembro.

"Era um bocado urgente fazer este procedimento", reconheceu.

As validações no sistema intermodal Andante, da AMP, aumentaram 9,5% em 2021, para 116,3 milhões, de acordo com o relatório e contas dos TIP.

Os TIP são um agrupamento complementar de empresas (ACE) sem funcionários próprios (pertencem à Metro do Porto [oito] e STCP [quatro]), cujos acionistas são, em igual proporção (33,3%), a STCP, a CP e Metro do Porto.

O presidente da Metro, Tiago Braga, preside atualmente aos TIP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG