Eixo Atlântico

Presidente da Câmara de Braga quer mediar conflito entre Porto e Vigo

Presidente da Câmara de Braga quer mediar conflito entre Porto e Vigo

Ricardo Rio vai convidar Rui Moreira e Abel Caballero para um encontro em Braga, para mediar o reatar de relações entre os dois autarcas.

Nesta quinta-feira, o autarca galego, Abel Caballero, cortou relações com o homólogo do Porto e anunciou que não participaria em qualquer iniciativa onde também esteja presente Rui Moreira, incluindo o Eixo Atlântico, a organização que reúne todos os autarcas da eurorregião Norte de Portugal-Galiza.

Esta sexta-feira, enquanto presidente do Eixo Atlântico, Ricardo Rio disse que irá contactar os dois autarcas desavindos, para mediar uma solução. "Vou convidá-los para virem a Braga dirimir este conflito", disse o também presidente da Câmara de Braga.

Para Ricardo Rio, o conflito entre os autarcas de Porto e Vigo só desvia as atenções dos "interesses da eurorregião", tanto que surge poucos dias depois da assembleia-geral do Eixo Atlântico, onde todos subscreveram uma posição de repúdio pela decisão da TAP de suspender quatro rotas a partir do aeroporto de Sá Carneiro. "A polémica distrai da unanimidade da eurorregião face à posição da TAP e da apatia do Governo, pelo parece não considerar estratégicas as rotas da TAP", afirmou.

O líder da organização transfronteiriça salientou que a disputa se baseia em "posições pessoais" e "não tem a ver com as cidades nem com as câmaras".

Na base do corte de relações está uma entrevista dada por Rui Moreira à "Visão" na passada quinta-feira, considerada ofensiva por Abel Caballero. O autarca do Porto disse que "Vigo sente-se como a salsicha fresca dentro de uma francesinha" e que tem um "aeroporto miserável". Comentou também o pacote promocional que a TAP pretende criar para os clientes da futura rota Lisboa-Vigo que incluirá uma noite num hotel lisboeta, com pequeno-almoço e transporte. "Só pergunto se a TAP também oferece companhia em Lisboa...", ironizou.

Em resposta, Abel Caballero disse que as palavras de Rui Moreira são "impróprias e indignas" de um autarca e um "insulto claríssimo e intolerável" à cidade galega. O autarca galego exige a Moreira que "retifique as declarações e peça perdão a esta cidade". Enquanto isso, disse, "Vigo não se voltará a sentar no Eixo Atlântico" nem vai "partilhar qualquer fórum com um alcalde [presidente da câmara] que insulta gravemente a cidade de Vigo".

PUB

Esta sexta-feira, Ricardo Rio não quis comentar as palavras de Rui Moreira, dizendo apenas que "as declarações ficam com quem as profere".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG