Porto

Rua de Camões com dois sentidos de trânsito a partir de 27 de novembro

Rua de Camões com dois sentidos de trânsito a partir de 27 de novembro

A Rua de Camões terá duplo sentido de circulação automóvel a partir das 06.00 horas de 27 de novembro, altura em que estará concluída a empreitada de beneficiação.

Num comunicado publicado na sua página na internet, a autarquia portuense informa que "a intervenção, que envolve o reajustamento da circulação em artérias adjacentes, suporta assim um novo esquema de escoamento do trânsito a partir do centro da cidade, contrariando o entupimento crónico de algumas ruas da Baixa".

"A introdução do duplo sentido na Rua de Camões, depois do viaduto de Gonçalo Cristóvão, entra em vigor a partir das 06.00 horas, da próxima quarta-feira", acrescenta a informação.

Concluídos os trabalhos, "os automóveis que se dirijam para Norte passam a beneficiar de uma alternativa à Rua de Faria Guimarães", abrangendo melhorias significativas a quem se dirigir também para "a Rua da Constituição em direção a Poente" ou "em direção à Via de Cintura Interna (VCI), Marquês, Costa Cabral ou Latino Coelho".

A câmara detalha ainda que a via de subida pela Rua de Camões terá como destino privilegiado a zona Norte/Amial e Poente/Boavista (via Constituição), enquanto a Rua de Faria Guimarães terá como destino indicado a zona Norte/VCI-Asprela e Nascente/Marquês-Antas.

Frisando que ao passarem a existir os dois sentidos a autarquia "resolve problemas de engarrafamento frequentes por estacionamento abusivo em segunda fila", a nova configuração, acrescenta a publicação, "mantêm lugares de estacionamento no sentido ascendente, com alguns especificamente reservados a cargas e descargas, como indica a informação já inscrita no pavimento".

Fruto desta empreitada e respetivas alterações de trânsito, o município "estima uma redução de cerca de 30% no volume de tráfego na Rua de Faria Guimarães", causando uma "maior fluidez neste eixo e, consequentemente, menos congestionamento e menor sinistralidade rodoviária".

Na mesma data, passará a haver circulação automóvel nos dois sentidos na Rua de Damião de Góis, no troço entre a Rua de São Brás e a Rua de Antero de Quental.

Alterações na circulação dos autocarros

As alterações na Rua de Camões implicam também uma revisão dos trajetos das linhas da STCP que utilizam esta artéria, passando, segundo a câmara, "a frequência da linha 703 na direção Sonhos -- Cordoaria" a ocorrer a cada 30 minutos nos dias úteis, entre as 06.00 horas e as 21.00 horas.

Ao fim de semana a oferta reduz, mas o período de funcionamento é o mesmo, refere a publicação, que alerta que no sentido inverso, Cordoaria - Sonhos, o percurso é alterado entre as paragens Trindade e Marquês, passando da Rua de Faria Guimarães para a Rua de Camões.

Por seu turno, a linha 11M mantém o percurso pela Rua de Faria Guimarães.

A partir de 3 de dezembro a Rua de Antero de Quental fica com corredor exclusivo para BUS no sentido ascendente (ou sentido Norte), entre a Lapa e Damião de Góis, numa extensão de cerca de 420 metros, onde circularão as linhas 600, 304 e 4M.

A empreitada de "Beneficiação das Ruas de São Brás, Damião de Góis, Camões e outras" iniciou-se a 26 de março, sob a gestão da GO Porto - Empresa Municipal de Gestão e Obras do Porto, e "será mesmo cumprida antes do prazo de 240 dias previsto", assinalou a câmara.

A intervenção incide, sobretudo, na realização de acertos pontuais nas zonas de passeio e na substituição integral do pavimento da faixa de rodagem, acrescenta a publicação.