O Jogo ao Vivo

Porto

Rui Moreira quer que junta devolva dinheiro por não ter reabilitado mercado

Rui Moreira quer que junta devolva dinheiro por não ter reabilitado mercado

O presidente da Câmara do Porto vai propor o "incumprimento" do contrato estabelecido com a União de Freguesias do centro histórico e exigir a devolução das quantias recebidas devido à não reabilitação do Mercado de São Sebastião.

Numa carta enviada ao presidente da União de Freguesia do Centro Histórico, Nuno Cruz, a que a Lusa teve acesso esta segunda-feira, Rui Moreira escreveu que, "independentemente dos concretos motivos que impediram o avanço das obras, a verdade é que, volvidos quase três anos, nada aconteceu, observando-se o edifício do mercado em manifesta degradação".

As obras de reabilitação do mercado de São Sebastião, na zona da Sé, decorriam de um projeto aprovado no âmbito da rubrica "orçamento colaborativo" e encontravam-se previstas no contrato interadministrativo celebrado, em setembro de 2019, entre o município e a junta.

"Em resposta ao ponto de situação que recentemente solicitamos, V. Exa. informou não ter sido ainda lançado o concurso de empreitada de obras públicas, invocando diversas vicissitudes, nomeadamente, as dificuldades financeiras que a junta enfrenta", refere a missiva, que data de 20 de junho, e foi distribuída pelo presidente da mesa da Assembleia de Freguesia aos partidos.

Lembrando que a execução da empreitada constituía uma "obrigação fundamental" do contrato, o autarca independente salienta que o incumprimento das obrigações é "fundamento para a resolução do mesmo", bem como para a "devolução de todos os valores recebidos em execução do contrato".

"Não nos restando outra alternativa, damos nota que iremos avançar com uma proposta de resolução do contrato por incumprimento, a ser deliberada pelo executivo municipal, que, uma vez aprovada, nos legitimará a exigir a devolução das quantias recebidas pela União de Freguesias do Centro Histórico", assegura Rui Moreira.

A reabilitação do mercado de São Sebastião foi um dos dois projetos que a União de Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória, conhecida como Junta do Centro Histórico, escolheu para aproveitar os 100 mil euros que recebeu da Câmara do Porto no âmbito da rubrica orçamento colaborativo.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG