Exclusivo

Rui Moreira visita o Bolhão: "Tenho um sentimento misto, de ansiedade e de dever cumprido"

Rui Moreira visita o Bolhão: "Tenho um sentimento misto, de ansiedade e de dever cumprido"

Durante as obras, visitou o Bolhão "cerca de 20 vezes" e agora, com o mercado a funcionar no edifício reabilitado, confessa que, sempre que entra pelo portão da Rua Formosa, embarca num "percurso de memórias e emoções". Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, fez ao JN uma visita guiada pelos corredores, ao longo das bancas e por entre a multidão de visitantes que o Bolhão continua a atrair. Ouve os comentários, sempre positivos, e é por isso que, apesar da ansiedade, nutre o sentimento do dever cumprido.

"Sempre que aqui entro sinto uma mistura de emoções. Por um lado, há ansiedade. Será que as pessoas vão aparecer outra vez? Será que hoje vêm? É um bocadinho aquela sensação que tinha quando andava na universidade e fazia um exame. Podemos ter a matéria toda estudada e achar que somos um ótimo aluno, mas há um momento que é o exame", refere o autarca, que na passada quinta-feira, às oito da manhã, fez soar o sino instalado junto à entrada do mercado, pela Rua de Fernandes Tomás, anunciando a reabertura do Bolhão quatro anos depois de ter entrado em obras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG