Projeto

S. João vai ter primeira unidade de queimados pediátricos do Norte

S. João vai ter primeira unidade de queimados pediátricos do Norte

O Hospital de S. João, no Porto, recebeu esta segunda-feira o novo projeto para a construção da ala pediátrica, que inclui a primeira unidade de queimados pediátricos do Norte.

A proposta arquitetónica aposta nos tratamentos em ambulatório e complementa os cuidados prestados noutros hospitais públicos, nomeadamente o Centro Materno-Infantil do Norte/Centro Hospitalar do Porto e o Instituto Português de Oncologia do Porto.

O projeto será enviado para os Ministérios da Saúde e das Finanças, assim como para a entidade que fará a sua revisão técnica. Prevê-se que o trabalho de revisão, já adjudicado, esteja concluído daqui a 45 dias.

"Em face da urgência da construção da Ala Pediátrica, a Lei do Orçamento de Estado para 2019 autoriza o Centro Hospitalar Universitário São João a recorrer ao procedimento de ajuste direto na contratação da empreitada. No entanto, por razões de transparência e de defesa do superior interesse público, entendeu-se constituir um Grupo de Trabalho [liderado por Poças Martins] que pudesse estabelecer os critérios para selecionar o conjunto de empresas habilitadas para uma empreitada com esta complexidade técnica, para serem convidadas a apresentar propostas para a sua execução", disse o hospital, em comunicado.

O S. João garante que o processo não atrasará a empreitada que deverá começar até ao final do ano.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG