Porto

Incêndio em prédio na rua da Alegria causou dois feridos ligeiros

Incêndio em prédio na rua da Alegria causou dois feridos ligeiros

Um incêndio deflagrou esta manhã num apartamento de um prédio na rua da Alegria, no Porto, e causou dois feridos ligeiros.

Segundo apurou o JN, o incêndio deflagrou esta manhã num apartamento ao nível do quarto andar de um prédio na rua da Alegria, junto ao restaurante Lima 5.

Fonte do Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto disse ao JN que o sinistro causou um ferido ligeiro. No local, outra fonte da mesma corporação atualizou o número de vítimas para duas, ambas por inalação de fumos.

Cerca das 8.15 horas o fogo estava controlado pelos bombeiros e menos de meia hora depois foi dado como extinto. O apartamento sofreu danos consideráveis.

"Estava a dormir e foi acordado pelo telefone por um amigo que ia a passar na rua e viu o fumo e as chamas a saírem das janelas do quarto andar. Saí logo de casa com a minha mulher e começamos a bater às portas e a tocar as campainhas", explicou ao JN Francisco Fernandes que vive no sétimo andar deste edifício de oito pisos e que faz parte de um complexo habitacional de várias torres, pertencente à Santa Casa da Misericórdia do Porto.

Francisco ainda viu a vizinha Teresa, com perto de 80 anos, a ser socorrida à porta de casa, devido à inalação de fumo. A idosa por precaução acabou por ser transportada ao hospital.

PUB

A vítima vivia sozinha no apartamento na companhia de um cão que saiu ileso. "O que se consta é que a idosa esteve a ver televisão e quando se foi deitar esqueceu-se de desligar o cobertor elétrico", refere António Lima, vizinho que mora no quinto andar e que se apercebeu do incêndio quando estava na casa de banho e ouviu barulhos e sentiu o cheiro a fumo. A sua casa, assim como a do terceiro andar sofreu alguns danos. O andar de baixo devido à água utilizada pelos bombeiros no combate às chamas.O quarto andar ficou com as janelas partidas.

O alerta para o fogo soou cerca das 7.45 horas da manhã desta quinta-feira. Mobilizou quatro viaturas dos Sapadores do Porto, incluindo a autoescada, e 13 bombeiros. A Polícia Municipal cortou a rua ao trânsito, nos dois sentidos. O INEM mobilizou duas ambulâncias. Neste momento a circulação está restabelecida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG