O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Somam-se as queixas num Porto já com 1600 trotinetas

Somam-se as queixas num Porto já com 1600 trotinetas

Cada vez há mais veículos a circular na cidade e muitos utilizadores não cumprem as regras. Moradores e comerciantes alertam para o perigo. Câmara lembra que criou regulamento.

São um divertimento para turistas e uma dor de cabeça cada vez maior para moradores e trabalhadores. Há, desde o início de agosto, mais 700 trotinetas no Porto, que tem agora 1600 veículos. E os hábitos já criados não mudam: sem via dedicada, os utilizadores circulam nos passeios, ou nas estradas, mas sem capacete, e muitas vezes em contramão. Moradores relatam acidentes e comerciantes queixam-se de confusão nos pontos de partilha destinados para estacionar os veículos. Os problemas começam a alastrar-se a outros concelhos, como Gaia, que recebeu mais 400 trotinetas.

A Câmara do Porto recorda que, antes de autorizar a circulação das trotinetas na cidade, criou um regulamento. O documento proíbe a circulação em passeios e outras zonas pedonais, mas muitos dos utilizadores não cumprem as regras, apesar dos avisos dados pelas aplicações. É certo que o estacionamento fora dos pontos de partilha tem diminuído, já que as plataformas só permitem terminar a viagem se o veículo estiver num dos locais definidos, mas há muitos veículos que continuam a ser abandonados. Em alguns casos, por exemplo, ficam sem bateria.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG