Exclusivo

Sopa dourada do Corcel eleita melhor doce de Natal

Sopa dourada do Corcel eleita melhor doce de Natal

Proprietária de café portuense venceu com a receita da bisavó. Rabanadas e bolo-rei também foram premiados.

As rabanadas do Corcel saíram, pelo segundo ano consecutivo, do concurso de doces natalícios, em Santarém, com uma medalha de ouro. O bolo-rei escangalhado e o bolo-rainha levaram também uma medalha dourada para a Briosa (pastelaria em Coimbra da proprietária do café portuense), mas motivo de grande orgulho foi o título de "melhor dos melhores", para a sopa dourada feita por Rosário Carvalho Guerra, uma jurista que se cansou da profissão e se virou para a doçaria. No Porto, é dona do café Corcel, em Coimbra, coproprietária da Briosa.

Tal como no ano passado, a dona do Corcel candidatou-se ao concurso nacional de bolos especiais de Natal, só que este ano, além do bolo-rei e das rabanadas (que foram premiados em 2020), decidiu levar o doce feito à base de pão de ló, calda de açúcar, doce de ovos e canela, cuja receita lhe passou a bisavó. O Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas, em conjunto com o Qualifica/origIn Portugal, recebeu dezenas de candidaturas, mas foi a de Rosário Carvalho Guerra que venceu o título supremo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG