Exclusivo

Universidade abre ao público o laboratório do primeiro "CSI" português

Universidade abre ao público o laboratório do primeiro "CSI" português

A Universidade do Porto (UP) reabre na terça-feira o Laboratório Ferreira da Silva, referência maior da Química que o público em geral poderá agora ficar a conhecer numa das salas do edifício da Reitoria, com entrada gratuita.

Trata-se de uma viagem pelo ambiente do antigo laboratório, que nasceu em 1910, onde podem ser observados cerca de 80 objetos - entre instrumentos científicos, frascos com produtos químicos, amostras minerais, utensílios de laboratórios, livros e mobiliário -, no espaço onde muitas gerações de estudantes aprenderam com o "pai" da toxicologia forense.

"Esta sala é uma cópia do espaço que aqui existiu, entre 1927 e 49, com as mesmas duas fileiras de bancadas para 40 alunos [e sabemos que era esse o número, porque há um armário, uma gaveta, uma torneira de água e outra de gás para cada pessoa], que foram limpas e repintadas, com as respetivas hottes (equipamento que tem como objetivo extrair todos os vapores tóxicos que possam ser libertados no manuseamento de determinados reagentes)", começou por contar Marisa Monteiro, curadora do Laboratório e investigadora da coleção de instrumentos científicos do Museu de História Natural e da Ciência da UP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG