Porto

Valongo e Gaia apoiam Moreira quanto à dívida da STCP

Valongo e Gaia apoiam Moreira quanto à dívida da STCP

O presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, e o autarca de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, apoiam Rui Moreira, sobre o dever do Estado em assumir a dívida de 15 milhões de euros da STCP.

"Estamos solidários com a posição da Câmara do Porto, da mesma forma que cumpriremos todas as nossas obrigações, deve o Estado fazer exatamente o mesmo, dotando a STCP das verbas necessárias para que a mesma seja entregue sem dívidas, conforme assumiu com os seis municípios", frisa o autarca.

Caso não exista essa garantia, José Manuel Ribeiro defende o adiamento da transferência prevista para dia 27 de dezembro.

O presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues também concorda com Rui Moreira e diz que só entrará na STCP quando "o contador da empresa estiver a zero".

"Partilho da opinião dele [referindo-se a Rui Moreira, presidente da câmara do Porto] e a minha é igualzinha. É evidente que, para salvaguarda de Vila Nova de Gaia, o município só entrará na STCP com o pressuposto de começar do zero em termos de passivo. Gaia entra definitivamente no processo quando o contador da STCP estiver a zero", disse Eduardo Vítor Rodrigues

A Câmara do Porto tinha já anunciado que Tribunal de Contas (TdC) deu luz verde à intermunicipalização da STCP ao considerar que o processo de transferência para as seis autarquias podia avançar sem visto, dado que o contrato-programa em causa está "abrangido pela isenção de fiscalização prévia".

PUB

À data, a autarquia do Porto adiantava que a operacionalização do contrato seria efetivada no dia 27 de dezembro.

Eduardo Vítor Rodrigues disse que este dia em específico é o que consta do visto do TdC para "potencial passagem" de competências, mas não confirmou se o processo se concretizará ou não nessa data. "Espero e acredito que o Governo feche o assunto até 31 de dezembro", referiu o autarca de Gaia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG