O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Vida nova para biblioteca a rebentar pelas costuras

Vida nova para biblioteca a rebentar pelas costuras

Plano de 2017 de Souto Moura foi retomado e promete resolver falta de espaço, mas ainda não há projeto de execução ou estudo prévio. Doações estão a ser recusadas.

Acervo literário em caixotes por falta de espaço, zonas de consulta transferidas de local para dar lugar a outras mais procuradas pelos utentes que circulam por salas e corredores hoje pouco atrativos. É assim a Biblioteca Municipal do Porto, cujos processos de requalificação têm ocorrido a conta-gotas ou sido adiados devido a diversas vicissitudes. A autarquia apresenta agora o programa-base do projeto, assinado pelo arquiteto Eduardo Souto Moura, e promete que desta será de vez.

A grande novidade da obra é a construção de uma torre que irá resolver o défice de espaço de armazenamento de livros e de outro tipo de espólio. A falta de espaço na Biblioteca Pública Municipal do Porto, ali instalada desde 1843, não é de agora. O certo é que, mesmo com os constrangimentos a aumentar nos últimos 50 anos, pouco ou nada foi feito, além da obra realizada em 1994, de criação de uma biblioteca infantil e de um auditório, também com desenho de Souto Moura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG