Exclusivo

Videovigilância no Porto vai funcionar no início de 2023

Videovigilância no Porto vai funcionar no início de 2023

No Porto, o sistema de videovigilância urbano para segurança de pessoas e bens, composto por 79 câmaras e a abranger vários locais, nomeadamente as freguesias do Centro Histórico, deve entrar em funcionamento durante o primeiro trimestre de 2023. O arranque da sua instalação está previsto até ao final deste ano.

Amanhã, na reunião de Câmara do Porto, será discutida a adjudicação da videovigilância à Soltráfego, uma empresa com experiência adquirida e provas dadas, designadamente em Coimbra, onde implantou um sistema similar, mas com menos câmaras. Funciona desde 2021 e será alargado. Em Portimão, outra das cidades que escolheram a Soltráfego, está-se na fase de execução.

A adjudicação, no Porto, será feita por 795 mil euros. As câmaras terão quatro lentes, com sistema multissensor e uma cobertura de 360 graus. Das 79 câmaras que constam do contrato, umas serão instaladas em infraestruturas já existentes, enquanto para outras terão de ser criadas novas infraestruturas. A União de Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória, que concentra vários pontos da movida, será uma das áreas contempladas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG