Autárquicas 2021

Vladimiro Feliz: "Temos metas até 2050. Nós somos o futuro"

Vladimiro Feliz: "Temos metas até 2050. Nós somos o futuro"

Vladimiro Feliz critica presidente da Câmara do Porto e a sua política para a cidade.

De visita às Antas, com passagem pela Avenida Fernão de Magalhães, ontem à tarde, Vladimiro Feliz falou sobre o seu programa para a zona oriental do Porto e criticou o atual presidente da Câmara, afirmando que "Rui Moreira fala muito e há pouco a acontecer".

Entre outros apontamentos, o candidato do PSD referiu-se ao matadouro de Campanhã, que disse estar "fechado a cadeado" e onde o único movimento que se vislumbra é o dos "camiões".

Vladimiro Feliz referiu que o PSD aposta na captação de "investimentos- âncora" para a parte oriental da cidade, sem esquecer a criação de um "distrito verde", e defendeu políticas de "proximidade e de consulta" da população. "Temos um programa a quatro, oito e 12 anos. Temos metas até 2050. Nós somos o futuro", sublinhou.

Na Avenida Fernão de Magalhães, o social-democrata tinha ouvido as queixas dos comerciantes, que lamentaram a quebra nos negócios, devido às obras que ainda não terminaram. "Quer fazer em oito meses o que não fez em oito anos", declarou, numa nova crítica ao presidente da Câmara.

Na esplanada do emblemático café Velasquez, a receção foi boa. "Meninos, toca a ganhar. [António] Costa abaixo e nós costa acima". Este foi o incentivo saído de uma animada mesa composta só por mulheres.

"Floresta de pinos"

PUB

De manhã, o local escolhido tinha sido a Rua de Costa Cabral. À semelhança do sucedido à tarde, um dos objetivos passou pelo contacto com os comerciantes.

No âmbito dos "problemas de mobilidade", a "floresta de pinos" em Costa Cabral foi uma das apreciações desfavoráveis deixadas por Vladimiro Feliz, a propósito da visita à concorrida artéria.

Jorge Moreira da Silva

Esta sexta-feira, às 18.30 horas, na Praia do Ourigo, na Foz, o candidato Vladimiro Feliz tem agendada uma ação de campanha com a participação de Jorge Moreira da Silva. O ex-ministro do Ambiente fará uma intervenção.

São 275 medidas

O programa da candidatura do PSD para a cidade do Porto contém 275 medidas e diretivas. Foi elaborado por Sebastião Feyo de Azevedo, ex-reitor da Universidade do Porto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG