Disputa

Cancelada tourada marcada para domingo na Póvoa de Varzim

Cancelada tourada marcada para domingo na Póvoa de Varzim

Já tinha data, cartaz e bilhetes vendidos, mas, afinal, domingo não haverá tourada na Póvoa de Varzim. O tribunal ainda não se pronunciou sobre a intimação interposta pela PróToiro - Federação Portuguesa de Tauromaquia e pelo Clube Taurino Povoense (CTP). Ainda assim, os aficionados acreditam que lhes dará razão e, por isso mesmo, garantem: "Haverá tourada na Póvoa este verão".

"A decisão [do tribunal] ainda não saiu. Deveria ter sido tomada até terça-feira, mas a verdade é que ainda estamos a aguardar", explicou ao JN o presidente do CTP, Rui Porto Maia, admitindo que, sem decisão, a tourada de amanhã terá que "ser cancelada".

A corrida estava marcada para as 17 horas, na Praça de Touros da Póvoa. Mas, explica Rui Porto Maia, os amantes da tauromaquia ainda não perderam a esperança: "A Câmara não pode proibir touradas. A praça é pública, as corridas de touros são uma atividade cultural e quem emite as licenças é a Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC)", frisa, lembrando que foi pedida a reserva da praça para três datas - 21 de julho, 10 e 17 de agosto. Assim sendo, logo que o tribunal se pronuncie, "será agendada nova data".

O município, recorde-se, declarou-se antitouradas em junho de 2018. A Câmara já apresentou o projeto de demolição da praça e construção de um multiusos. Ao pedido de reserva, a empresa municipal Varzim Lazer, que gere a praça, respondeu que a praça está sem licenças e sem condições.